Cirurgia Implantes

Block title

Cirurgia Implantes

Os implantes são o futuro da reabilitação oral!

Sem dúvida, a melhor opção para substituir dentes!

Porquê substituir dentes perdidos?

Quando perdemos um dente, os dentes naturais remanescentes movimentam-se de forma a ocupar o espaço. Além disso, o local onde perdemos o dente, dado a falta de uso, sofre reabsorção óssea gradual tornando a substituição por um dente artificial cada vez mais difícil.

As movimentações ocorrem de duas formas: extrusão (saída do dente do alvéolo para ocupar o espaço vertical) e inclinação (o dente deita-se para ocupar o espaço horizontal). Ambas provocam mau posicionamento dos dentes remanescentes, má oclusão e podem levar a exposição da raiz, sensibilidade dentária e impactação alimentar.

É de suma importância substituir os dentes perdidos para que consigamos impedir movimentação dos dentes naturais, manter a função e a estética dentária e facial.

Como substituir dentes perdidos?

Quando perdemos um dente, temos várias soluções para o substituir, desde próteses removíveis a implantes dentários.

A reabilitação mais semelhante ao dente original é, sem dúvida o implante dentário. O implante substitui a raiz perdida e, sobre ele, é colocada uma coroa artificial. Permite-lhe esquecer que alguma vez perdeu um dente e recuperar a função mastigatória e a estética dentária e gengival.

Quais as vantagens dos implantes?

O objectivo do implante é a substituição do dente perdido de uma forma confortável e com um aspeto natural. O material de fabrico dos implantes é o titânio, um metal durável e ao qual não existem casos de rejeição.

Os implantes dentários têm ganho popularidade dado que apresentam inúmeras vantagens em relação às outras hipóteses.

A taxa de sucesso dos implantes é muito alta. São necessárias uma abordagem cirúrgica relativamente simples e uma planificação cuidadosa do local e posição a implantar. O que permite definir uma posição que garanta, em simultâneo, a longevidade e conforto.

Os implantes são o futuro da reabilitação, e apresentam como benefícios:

Aparência estética muito natural
Elevada durabilidade
Boa fonética
Mastigação semelhante à dentição natural
Boa saúde gengival
Não se removem para lavar

Procedimento Cirúrgico

Durante a cirurgia o médico dentista tem de determinar a posição mais favorável e escolher o comprimento e diâmetro que mais se adequa ao seu caso. Esta cirurgia é minimamente invasiva e tem uma elevada taxa de sucesso.

Nas semanas seguintes, ocorrerá o processo de cicatrização, durante as quais poderá usar um dente provisório ou até mesmo os dentes definitivos.

O procedimento de colocação é indolor e o pós-operatório é, na grande maioria dos casos indolor mas, será sempre medicado com anti-inflamatório e antibiótico para que se sinta bem.

O resultado final é uma estrutura que aparenta, sente-se e comporta-se como um dente natural.

Quem são os melhores candidatos?

As pessoas que perderam um a todos os dentes ou têm dentes que necessitam de ser removidos e substituídos.

É também imperativo que tenham uma boa higiene oral e um bom control periodontal.

Os implantes, são sem dúvida, a melhor opção para substituir dentes perdidos. Se necessita de um, contacte já o seu médico dentista!

Quando se perde uma peça dentária perde-se também a função, a capacidade mastigatória e a estética. O somatório de estas consequências facilita o aparecimento de cáries, inflamação gengival e/ou problemas articulares.

Os implantes são fixações de titânio que são colocadas no osso para substituírem as raízes dos dentes perdidos. Sobre estas raízes, serão colocadas as coroas, a parte visível do dente.

Por ser fabricado em titânio o organismo tem uma resposta excelente à presença dos implantes. A superfície do titânio tem um tratamento específico para aumentar e melhorar a interação do implante com o osso. O titânio é totalmente biocompatível e não provoca quaisquer reações alérgicas. O titânio é amplamente aplicado no campo médico em próteses, parafusos, placas de fractura,... Não existe uma rejeição do implante por este ser um material biocompatível, por vezes, pode haver uma falta de osteointegração do implante e, nesse caso substitui-se por um outro.

Iniciamos por fazer uma história clínica para saber o seu estado de saúde geral, analisamos exames radiográficos e as fotografias intra-orais e de rosto para realizarmos um diagnóstico preciso e elaborar um plano de tratamento totalmente personalizado.

Os implantes servem para substituir a perda de um só dente ou de toda a boca. Sobre eles são colocadas próteses totalmente fixas ou, se preferir, podem servir para estabilizar próteses removíveis.

Se tem prótese dentária removível e pretende fixa-la temos a solução para si! Através da colocação de apenas 2 implantes, fixamos a sua prótese ou, melhor ainda, através da colocação de 5 a 6 implantes pode voltar a ter novamente dentes fixos!

No caso de colocar apenas 2, poderá remover a sua prótese para a limpar mas terá a sua prótese fixa durante a sua vida normal, poderá comer, falar e rir sem problemas!

A nossa filosofia de trabalho é sermos o menos invasivos possível, para tal, sempre que possível colocamos o seu implante no dia da extração do dente e, em muitos casos, poderá levar logo um dente provisório.

O Implante Dentário é a reabilitação mais semelhante com o seu dente natural!

Permite-lhe esquecer que alguma vez perdeu um dente!

Aumente a sua qualidade de vida recuperando a estética dentária e gengival.

CARGA IMEDIATA

A Carga imediata permite aos nossos pacientes usufruir da reabilitação no mesmo dia da cirurgia. Isto aplica-se tanto a reabilitações unitárias, como pontes e totais maxilares. As totais maxilares envolvem protocolos protético e laboratorial específicos e amplamente utilizados. No dia da colocação dos implantes, tendo estes estabilidade primária, é colocada a restauração definitiva com estrutura metálica interior.

DISTRACÇÕES HORIZONTAIS

As distracções ósseas permitem-nos restabelecer a dimensão óssea horizontal necessária à colocação de implantes em locais que sofreram perda óssea significativa. A técnica aplica-se em cristas ósseas finas e consiste numa fractura em ramo verde e colocação imediata de implantes.

ENXERTOS ÓSSEOS

Os Enxertos Ósseos permitem-nos recuperar defeitos ósseos horizontais para os quais não esteja indicada a técnica de distracção óssea e os defeitos ósseos verticais não recuperáveis com sinus lift. São cada vez mais recolhidos dentro da cavidade oral com anestesia local e permitem recuperar o volume ósseo horizontal para apenas um dente, vários ou para a totalidade do maxilar. Se a indicação clínica é a de recuperar o volume ósseo vertical necessitamos de recorrer a enxertos da calote craniana. Em qualquer das indicações, os implantes apenas poderão ser colocados 4 meses após a cirurgia de enxerto.

TECNOLOGIA PRGF – PLASMA RICO EM FACTORES DE CRESCIMENTO

Utilização de materiais autólogos com aporte sanguíneo. Método eficaz para potenciar uma cicatrização mais rápida e eficaz. Também usado como base da plástica facial para preenchimento de camadas tecidulares e pequenas rugas.